PROGRAMAÇÃO DE DEZEMBRO DO CINE 104

PROGRAMAÇÃO DE DEZEMBRO DO CINE 104

O ano de 2019 foi muito especial para o CINE104 que voltou a promover sessões de cinema voltadas para destacar os filmes nacionais contemporâneos que refletem um período prolífico das produções nacionais premiadas internacionalmente. Agora, para encerrar o ano de forma, o espaço promove uma programação especial que conta com filmes de destaque do ano e uma sessão voltada para acessibilidade.

Entrando no clima de final de ano e chegando perto da temporada de premiações do cinema hollywoodiano, o CINE 104 promoverá nos dias 04, 05, 11 e 12 de dezembro, a exibição de filmes de destaque de 2019. O recorte das películas escolhidas se deu por meio da sugestão particular de 07 jornalistas especialistas da área de cultura de Belo Horizonte, que apontaram 05 longas de destaque no ano que merecem ser vistos ou revistos. Os escolhidos foram “No Coração do Mundo”, de Gabriel Martins e Maurilo Martins, e “Bacurau”, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles.

O primeiro longa é situado na periferia de Contagem, em que Marcos busca uma saída para sua rotina de bicos e pequenos delitos. Surge uma oportunidade arriscada, mas que pode solucionar todos os seus problemas. Para isso, ele precisa convencer sua namorada, Ana, a se juntarem a Selma e executarem o plano que pode mudar suas vidas para sempre. “No Coração do Mundo” será exibido nos dias 04 e 05 de dezembro, às 19h30.

Já “Bacurau”, filme mais premiado e cultuado do cinema nacional neste ano, conta a história dos moradores de um pequeno povoado localizado no sertão, chamado Bacurau. Após a morte de dona Carmelita, aos 94 anos, os moradores percebem algo estranho na região. Eventos sinistros começam a acontecer e eles chegam à conclusão de que estão sendo atacados e que precisam criar, juntos, uma forma de se defenderem. O público terá a oportunidade de assistir a “Bacurau” nos dias 11 e 12 de dezembro, também às 19h30.

Dando sequência na programação, o CINE104 exibirá “My Name Is Now – Elza Soares”, de Elizabete Martins Campos, na sexta-feira (13 de dezembro) em sessão dupla, às 18h e 19h30. O documentário sobre a cantora, compositora e atriz ícone da cultura brasileira é um filme poético onde Elza fala de seu passado, suas dores e seu sucesso.

SOUNDPAINTING

Seguindo a programação de cineconcertos realizada ao longo do semestre, o CINE104 exibirá na segunda-feira (02 de dezembro), às 19h30, o filme O Gabinete do Dr.Caligari, dirigido por Robert Wiene, que é símbolo do Expressionismo Alemão, um dos movimento mais importantes do cinema. O encontro faz parte do OcupAÇÃO Cine 104, que tem como proposta abrir as portas para um contemporâneo diálogo a respeito da ressignificação do audiovisual e pelas possibilidades artísticas e de experiência com a sétima arte.

Assim, o longa será exibido acompanhado pela Orquestra Pictofônica do projeto Soundpainting BH, uma banda sonora ao vivo, em tempo real, responsável por criar a trilha sonora do longa-metragem, expandindo a experiência cinematográfica sensorial e imersiva.

SESSÃO ACESSIBILIDADE

Outra notícia de destaque é a programação de acessibilidade e inclusão promovida pelo CINE104 que realizará, nos dias 06 e 13 de dezembro, sessões de cinema voltadas para o público com deficiências auditivas e visuais. Abrindo estas atividades com a exibição do filme “O Que Está Por Vir”, de Mia Hansen-Love, na sexta-feira (06/12), às 19h30, o espaço promoverá a exibição do longa com legendas descritivas por closed caption, descrições da narrativa e libras para pessoas com deficiência auditiva e/ou visual.

Na trama, acompanhamos Nathalie, vivida pela fantástica atriz francesa Isabelle Huppert, que é professora de filosofia numa escola em Paris. Ela vive com seus dois filhos que pouco vê e o marido Heinz, seu companheiro há 25 anos. Além deles, Nathalie convive com seus ex-alunos e com sua mãe, extremamente possessiva. Um dia, Heinz anuncia que está deixando-a por outra mulher. De repente, Nathalie se percebe em completa liberdade e tem de reinventar sua vida.

Na sexta-feira seguinte, 13 de dezembro, o filme escolhido será “My Name Is Now – Elza Soares”, dirigido por Eliabete Martins Campos. O documentário aborda de forma poética e tocante a trajetória e vida  da cantora, compositora e atriz, Elza Soares, um ícone da cultura brasileira, mostrando a artista falando de seu passado, suas dores e seu sucesso. O filme será exibido em sessão dupla, às 18h e às 19h30, ambas com legenda descritiva e libras, para pessoas com deficiência auditiva, com descrição narrativa do filme nos momentos sem fala, acessibilizando a experiência do cinema para pessoas com deficiência visual.

CURTA SEGUNDA

Dentro da programação Curta Segunda, o CINE 104 promoverá na segunda feira, 09 de dezembro, uma mostra com filmes de Carlos Adriano, importante realizador e pesquisador do cinema nacional. Doutor em Estudo dos Meios e da Produção Mediática (USP, 2008), Pós-Doutorado em Comunicação e Semiótica (PUC-SP, 2014); Pós-doutorado em Meios e Processos Audiovisuais (USP, 2017), Carlos Adriano tem uma trajetória de realização cinematográfica diversa e intensa, com instalações e filmes tendo sido exibidos em espaços de prestígio da arte mundial como o Moma de Nova York e no Tate Modern Museum de Londres.

A sessão exibirá 05 curtas realizados por Carlos Adriano, convidado o público a entrar em contato com um trabalho plural que extrapola a realização cinematográfica de filmes convencionais, mas também apresentando trabalhos mais experimentais. Desde 1989, Adriano realizou 19 filmes, como “Remanescências” (1997; coleção New York Public Library) e “A Voz e o Vazio: a Vez de Vassourinha” (1998; Melhor Curta Metragem Documentário no 36º Festival de Chicago).

A reinauguração do CINE 104 é uma realização viabilizada pelo Ministério da Cidadania e Lei de Incentivo à Cultura.

 

:: Serviço ::

CINE 104

Ingressos: R$10 (inteira) / R$5,00 (meia-entrada)

Bilheteria: Ingressos à venda e disponíveis para retirada a partir das 18h30*

Endereço: Centoequatro (Praça Rui Barbosa, 104 – Centro)

Telefone: (31) 3222-6457

E-mail: cine@centoequatro.org

*nas sessões gratuitas, a ocupação da sala está sujeita a lotação

 

SESSÕES DE ACESSIBILIDADE

Sessão #01: 06/12, às 19h30

Filme: O Que Está Por Vir, de Mia Hansen-Love

Sinopse: Nathalie (Isabelle Huppert) é professora de filosofia numa escola em Paris. Ela vive com seus dois filhos que pouco vê e o marido Heinz, seu companheiro há 25 anos. Além deles, Nathalie convive com seus ex-alunos e com sua mãe, extremamente possessiva. Um dia, Heinz anuncia que está deixando-a por outra mulher. De repente, Nathalie se percebe em completa liberdade e tem de reinventar sua vida.

Classificação indicativa: 14 anos

Duração: 1h42

Atividade gratuita

 

Sessão #02: 13/12, às 18h e às 19h30

Filme: “My Name Is Now – Elza Soares”, de

Sinopse: Documentário sobre a cantora, compositora e atriz, Elza Soares, um ícone da cultura brasileira. Um filme poético onde Elza fala de seu passado, suas dores e seu sucesso.

Duração: 1h11 min

 

CINECONCERTO DO FILME “O GABINETE DO DR.CALIGARI” (1920)

Datas: 02 de dezembro

Horário: 19h

Duração: 1h16 min

*o cineconcerto é acompanhado por uma banda acústica completa, responsável pela trilha sonora do filme

 

No Coração do Mundo, de Gabriel Martins e Maurílio Martins

Datas: 04 e 05 de dezembro

Horário: 19h30

Sinopse: Na periferia de Contagem, Marcos busca uma saída para sua rotina de bicos e pequenos delitos. Surge uma oportunidade arriscada, mas que pode solucionar todos os seus problemas. Para isso, ele precisa convencer sua namorada, Ana, a se juntarem a Selma e executarem o plano que pode mudar suas vidas para sempre.

Duração: 2h

Classificação indicativa: 16 anos

Bacurau, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles

Datas: 11 e 12 de dezembro

Horário: 19h30

Sinopse: Após a morte de dona Carmelita, aos 94 anos, os moradores de um pequeno povoado localizado no sertão brasileiro, chamado Bacurau, percebem algo estranho na região. Eventos sinistros começam a acontecer e eles chegam à conclusão de que estão sendo atacados e que precisam criar, juntos, uma forma de se defenderem.

Duração: 2h10 min

Classificação indicativa: 16 anos

CURTA SEGUNDA – CARLOS ADRIANO

Data: 09 de dezembro (09/12)

Horário: 19h

Entrada gratuita, sala sujeita a lotação

Filmes:

– sem título #1: Dance of Leitfossil (2013-2014; 5min30seg): O improvável duo de um fado para o saudoso convidado. Justa posição poética. Aproximação de realidades distantes da imagem sobrevivente. Musas da memória (MnemoCyne) saúdam a saudade. Da série “Apontamentos para uma AutoCineBiografia (em Regresso).

– sem título # 3 : E para que Poetas em Tempo de Pobreza? (2015-2016; 13 min): Algumas considerações (im)prováveis e (im)ponderáveis sobre a (im)pertinência e o (não)lugar da poesia em nossos tempos. Um ensaio poético? Um manifesto poético? Uma (in)apropriação poética?

– Sem título #4: Apesar dos Pesares, na Chuva há de Cantares (2017-2018; 29min): Um poema épico com trechos de 99 filmes produzidos entre 1903 e 2014, ao redor do motivo da chuva cinematográfica e de lugares comuns tornados incomuns sobre questões humanas como o júbilo e a dor, a vida e a morte.

– sem título # 5 : A Rotina terá seu Enquanto (2018-2019; 10 min): Um found footage kino haikai sobre o último filme do diretor japonês Yasujiro Ozu (1903-1963) – “A Rotina tem seu Encanto” (1962). Além dos elementos do filme-testamento do mágico de Ozu, a montagem articula imagens da filmagem (Ozu dirigindo planos do filme) e uma filmagem original rodada em 2018 durante uma viagem de trem entre Ouro Preto e Mariana e durante um sol nascente em Salvador.

– Festejo Muito Pessoal (2016, 8 min 33 seg): Ensaio poético de found footage inspirado no artigo “Festejo muito pessoal” de Paulo Emílio Salles Gomes (1916-1977). Em seu último texto, póstumo, o autor faz um balanço crítico de suas relações com o cinema brasileiro e da urgência da preservação de filmes. Apropriam-se fragmentos de filmes brasileiros (1924-1931) citados por ele e trechos de filmes de Jean Vigo. Na trilha sonora, músicas recolhidas pela Missão de Pesquisas Folclóricas organizada por Mário de Andrade em 1938. Filme de encomenda para o centenário de Paulo Emílio Salles.

 

Mostra DOC Nomads

Datas: 25/11

Horário: 19h30

Exibição de curtas-metragens com o selo DOC Nomads – prestigiado programa internacionais do cinema contemporâneo

Curadoria: Pedro Filippis, cineasta mineiro que é um dos sete brasileiros selecionados pelo programa.

 

Data

06/12/19 - 11/12/19

Custo

CONFIRA O TEXTO PARA SABER OS VALORES

Localização

CentroeQuatro
Praça Ruy Barbosa, 104, Belo Horizonte
Categoria
QR Code

No Comments

Leave a Reply

NOSSO TIME

EXPEDIENTE


O ESQUEMA NOVO é feito por esta equipe supimpa!
#ESQUEMANOVO

REDES SOCIAIS


SEMPRE QUE PRECISAR

FALE CONOSCO


Dúvidas, elogios, envio de material, palpites
e até mesmo xingamentos por aqui!