FESTA DA FRANCOFONIA

FESTA DA FRANCOFONIA

Entre os dias 15 e 31 de março, Belo Horizonte recebe a 5ª edição da Festa da Francofonia, que celebra a diversidade das culturas francófonas e a riqueza da língua francesa em todos os continentes. A programação envolve diversos eventos, como espetáculos teatrais e musicais, sessões de cinema, conferências, gastronomia e exposição de fotografia, além de concursos e encontros visando o intercâmbio de brasileiros com universidades francófonas. Em 2019, a maior parte das ações tem foco na luta pela igualdade de gêneros e na celebração da participação feminina dentro da diversidade das culturas francófonas em todos os continentes.

A abertura oficial da festa acontece na noite do dia 20 de março, o Dia Internacional da Francofonia, no Teatro José Aparecido de Oliveira, da Biblioteca Pública Luiz de Bessa. A recepção para convidados será feita com a apresentação do projeto Africultura, seguido da apresentação da programação e dos países presentes e atuantes em Belo Horizonte. Ex-secretário estadual de Cultura, Angelo Oswaldo irá conduzir um talk show com representantes da França, da Bélgica, do Canadá e da Suíça, com o tema “Igualdade de gênero e a inserção da mulher no mercado de trabalho’’. Ao fim do evento, será servido um coquetel.

Entre os pontos altos da programação, está a apresentação do espetáculo “Stupeur et tremblements” (“Estupor e tremores”), da companhia Théâtre des Hommes, no dia 21 de março, no Sesc Palladium. Adaptado do romance da escritora belga Amélie Nothomb, a montagem tem direção e interpretação da atriz marroquina Layla Metssitane, naturalizada francesa aos 15 anos.

Destaque também para o espetáculo “Je me souviens”, uma adaptação do Théâtre National Populaire, da obra “Le Roman inachevé” (“O romance inacabado”), de Louis Aragon. Dirigido e interpretado pelo ator Damien Gouy e pelo músico Benjamin Kerautret, a peça cênica-musical tem exibição programada para o dia 29, também no Sesc Palladium.

Já no campo do cinema, a mostra “Diretoras francófonas” terá dois polos: o MIS Cine Santa Tereza e o Sesc Palladium, entre 15 e 31 de março. Na lista de películas, “Luna” (2017), de Elsa Diringer; “Coração de Espinhos” (“Crache coeur”, 2014), de Julia Kowalski; e “M” (2016), de Sara Forestier. Outra atração cinematográfica é a Festa do Curta-metragemde 19 a 24 de março, também no Sesc Palladium, com diversas temáticas e gêneros, de documentários, ficções e animações.

Haverá também show do grupo franco-brasileiro Čao Laru, na casa de shows A Autêntica, dia 24. A apresentação vocal e instrumental mistura composições autorais a temas célebres da canção francesa, como “Les triplettes de Belleville”, “Les copains d’abord”, “La foule”, “Johnny tu n’es pas un ange” e “Je veux”. Na sequência, o DJ Paco Pigalle anima a pista com temas francófonos.

No fim de semana seguinte, dia 30 de março, será a vez do show do duo Rive, no Teatro da Assembleia, formado por Juliette Bossé (guitarra, piano, voz) e Kévin Mahé (bateria). De sonoridade electro-pop e canções autorais, escritas em francês por Bossé, o show traz o repertório do segundo álbum da dupla, “Narcose”, cujas letras aludem à luta feminista.

A exposição de fotografia “Olhares cruzados – Brasil e Canadá”, na Casa Fiat de Cultura”, a partir de 21 de março, também integra a programação. A mostra propõe um intercâmbio cultural e um novo olhar sobre as cidades de Brasília e Ottawa, capitais dos dois países. O público poderá ver a diversidade das paisagens urbanas que revelam a beleza e a identidade cultural de cada lugar. São 15 imagens de Brasília, retratadas pelo fotógrafo canadense Daniel Stanford, e 15 de Ottawa, retratadas pelo fotógrafo brasileiro Kazuo Okubo.

A Academia Mineira de Letras, por sua vez, irá receber, no dia 22, a palestra “Arqueofeminismo: mulheres filósofas e filósofos feministas na França, séculos XVII-XVIII”, com o filósofo francês Maxime Rovère, professor de Filosofia da PUC-Rio. Organizador de uma coleção de textos escritos por pensadoras feministas, ele irá apresentar a participação das mulheres na história da filosofia, especialmente em questões relacionadas ao corpo e aos direitos de gênero.

De 21 a 31 de março, alguns restaurantes de Belo Horizonte, como o Au Bon Vivant, irão receber a quinta edição do festival gastronômico Goût de France. No cardápio, pratos especiais que reinventam a culinária francesa tradicional.

Os interessados em terem a experiência de estudar em universidades francófonas também terão a oportunidade de se reunir com representantes de importantes instituições da Bélgica, do Canadá, da França e da Suíça. A turnê “Estudar em países francófonos” acontece entre os dias 21 e 26 na PUC Minas (campi Coração Eucarístico e Praça da Liberdade), na UFMG (faculdades de Direito e Engenharia), no Cefet-MG e na Universidade Fumec.

Paralelamente, a Festa da Francofonia promove os concursos “La Plume D’Or” e “Dis moi dix mots”. O “La Plume D’Or” é uma competição do idioma francês para estudantes de diferentes níveis das Alianças Francesas, em que o primeiro colocado irá ganhar uma estadia em Paris, em março de 2020, durante a Semaine de la Francophonie. O “Dis moi dix mots”, por sua vez, consiste na produção de textos em torno de dez palavras francófonas escolhidas para 2019.

Por fim, no dia 31 de março, uma divertida partida de pétanque no Parque Municipal Aggeo Pio Sobrinho: o tradicional jogo francês consiste em arremessar bolas de aço na tentativa de aproximá-las o máximo possível de uma bolinha de madeira. Com coordenação do francês Philippe Watel e participação de membros da comunidade francófona de Belo Horizonte, a atividade e os equipamentos são gratuitos, mediante confirmação no Sympla.

A realização do evento é da Aliança Francesa Belo Horizonte, da Embaixada da França, do Institut Français Brasil, do Campus France Brasil, da Câmera de Comércio Brasil-Canadá, do Consulado Honorário da Suíça, do Consulado Honorário da França e do Wallonie Bruxelles International. O evento tem o apoio do Cefet-MG, do Governo do Canadá, da Embaixada da Bélgica, da casa de shows A Autêntica e do restaurante Au Bom Vivant. O apoio cultural é da Academia Mineira de Letras, da Casa Fiat de Cultura, do Cine Santa Tereza, do Sesc Palladium, da Assembleia Legislativa de Minas Gerai e da Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais.

 

PROGRAMAÇÃO

De 15 a 31 de março

Mostra “Diretoras francófonas” | MIS Cine Santa Tereza (rua Estrela do Sul, 89, Santa Tereza)

Dia 15

19h30 – “A bela e a bela” (“La belle et la belle”), de Sophie Fillières. França, 2017. Drama/95’. Classificação etária: livre.

Dia 16

19h – “Bom trabalho” (“Beau travail”), de Claire Denis. França, 1999. Drama/93’. Classificação etária: 10 anos.

Dia 17

17h – “Corniche Kennery”, de Dominique Cabrera. França, 2016. Ficção/94’. Classificação etária: livre.

19h – “Aos 14” (“À 14 ans”) de Hélène Zimmer. França, 2015. Romance/86’. Classificação etária: livre.

Dia 20

19h30 – “A vida doméstica” (“La vie Domestique”), de Isabelle Czajka. França, 2013. Ficção/93’. Classificação etária: livre.

Dia 21

19h30 – “Cineast(a)s” (“Cineast(e)s”), de Julie Gayet e Mathieu Busson. França, 2013. Documentário/75’. Classificação etária: livre.

Dia 22

17h – “Coração de Espinhos” (“Crache coeur”), de Julia Kowalski. França, 2014. Drama/83’. Classificação etária: livre.

19h30 – “M”, de Sara Forestier. França, 2016. Drama/100’. Classificação etária: livre.

Dia 23

19h – “Assim que abro os meus olhos” (“A peine j’ouvre les yeux”), de Leyla Bouzid. Bélgica, França, Tunísia, 2015. Drama/106’. Classificação etária: 16 anos.

Dia 24

17h – “Mulheres e homens” (“Des femmes et des hommes”), de Frédérique Bedos. França, 2015. Documentário/52’. Classificação etária: livre. Sessão comentada.

19h – “Luna”, de Elsa Diringer. França, 2017. Comédia dramática/93’. Classificação etária: livre.

Dia 27

19h30 – “Dane-se a morte” “S’e, fout la mort”, de Claire Denis. França, 1990. Drama/90’. Classificação etária: 12 anos.

Dia 28

19h30 – “Le vent tourne”, de Bettina Oberli. Bélgica, França e Suíça, 2017 | Ficção/87’. Classificação etária: 16 anos.

Dia 29

19h30 – “Suzanne”, de Katell Quillévéré. Bélgica e França, 2013. Drama/91’.

Dia 30

19h – “Me tire uma dúvida” (“Ôtez-moi d’un doute”), de Carine Tardieu.  França, 2016. Drama/100’. Classificação: livre.

Dia 31

17h – “A rainha de Montreal” (“Queen of Montreuil”), de Sólveig Anspach. França, 2011. Comédia/87’. Classificação: livre.

19h – “A carne e os vulcões” (“La chair et les volcans”), de Demesme Clémence. França, 2015. Drama/22’. Classificação: livre.

De 19 a 24 de março

Festa do Curta-metragem | Sesc Palladium (avenida Augusto de Lima, 420, Centro)

Dia 19

19h – Mostra “Tudo sobre o esporte”

– “O skate moderno” (“Le skate moderne”), de Antoine Besse. França, 2014. Documentário/7’.

– “As Garotas” (“Les filles”), de Alice Douard. França, 2015. Ficção/28’.

– “9.58”, de Louis Aubert. França, 2017. Ficção/15’.

– “Huit”, de Mathieu Mouterde. França, 2018. Ficção/10’.

– “Dunk”, de Sophie Martin. França, 2018. Ficção/22’.

 

Dia 20

19h – Mostra “Conversations ou la tchatche”

– “La Virée à Paname”, de Carine May e Hakim Zouhani. França, 2013. Ficção/23’.

– “Convenção de Genebra” (“La convention de Genève”), de Benoît Martin. França, 2016. Ficção/15’.

– “Le dernier des céfrans”, de Pierre-Emmanuel Urcun. França, 2015. Ficção/30’.

– “Goliath”, de Loïc Barché. França, 2016. Ficção/19’.

Dia 21

19h – Mostra “Os filmes da cinemateca da África (“Les films de la cinematheque Afrique”)

– “África sobre o Sena” (“Afrique sur Seine”), de Paulin Soumanou Vieyra e Mamadou Saar. Senegal, 1955. Documentário/21’.

– “Madama Esther”, de Luck Razanajaona. Madagascar, 2013. Ficção/15’.

– “Petite Lumière”, de Alain Gomis. França e Senegal, 2003. Ficção/15’.

– “Les avalés du grand bleu”, de Maxime Tchincoun. Togo, 2014. Ficção/26’.

Dia 22

19h – Mostra “Retorno à escola” (“Retour à l’ecole”)

– “Zero de conduta” (“Zéro de conduite”), de Jean Vigo. França, 1933. Ficção/44’.

– “De volta à escola” (“Rentrée des classes”), de Jacques Rozier. França, 1955. Ficção/24’.

– “Abra a porta, por favor” (“Open the door, please”),  de Joana Hadjithomas e Khalil Joreige. França, 2007. Ficção/12’.

Dia 24

19h – Mostra “Os 50 Anos do Grec – Grupo de Pesquisas e Ensaios Cinematográficos” (“Les 50 ans du Grec”)

– “Paris-Ficelle”, de Laurence Ferreira Barbosa. França, 1982. Ficção/17’.

– “O contrabandista” (“Le Passeur”), de Danielle Arbid. França, 1999. Ficção/12’.

– “As medusas” (“Les méduses”), de Delphine Gleize. França, 2000. Ficção/17’.

– “Awa é uma garotinha muito gananciosa” (“Awa est une petite fille très gourmande”), de Barbara Creutz-Pachiaudi. França, 2004. Animação/6’.

– “A bras le corps”, de Katell Quillévéré. França, 2005. Ficção/19’.

– “Enquanto tivermos espingardas” (“Tant qu’il nous reste des fusils à pompes”), de Caroline Poggi e Jonathan Vinel. França, 2014. Ficção/30’.

Dia 24

17h – Mostra “Les petits malins”

– “O garotinho” (“Le petit bonhomme de poche”), de Ana Chubinidze. França, Geórgia e Suíça, 2016. Animação/7’30’’.

– “A lei do mais forte” (“La loi du plus fort”), de Pascale Hecquet. Bélgica e França, 2015. Animação/6’30’’.

– “A luva” (“La Moufle”, de Clémentine Robach”. Bélgica e França, 2014. Animação/8’.

– “Nicolas et Guillemette”, de Virginie Taravel. França, 2008. Animação/9’30’’.

– “Oktapodi”, de Julien Bocabeille e Francois-Xavier Chanioux. França, 2007. Animação/2’30’’.

– “Bonecos de neve” (“Bonhommes”), de Cecilia Marreiros Marum. Bélgica e França, 2004. Animação/8’.

– “La migration bigoudenn”, de Alexandre Heboyan e Eric Castaing. França, 2004. Animação/1’40.

– “Circuito marinho” (“Circuit marine”), de Isabelle Favez. França, 2003. Animação/8’.

20 de março

18h30 – Concurso La Plume d’Or | Aliança Francesa BH (rua Tomé de Souza, 1.418, Savassi)

19h – Abertura oficial + conferência “Igualdade de gênero e a inserção da mulher no mercado de trabalho’’ | Teatro José Aparecido de Oliveira – Biblioteca Pública Luiz de Bessa (Praça da Liberdade, 21, Savassi)

21 de março

10h – Abertura da exposição “Olhares cruzados” | Casa Fiat de Cultura (Praça da Liberdade, 10, Savassi) – a mostra fica em cartaz até o dia 19 de maio

20h – “Stupeur et tremblements”, de Layla Metssitane | Sesc Palladium (avenida Augusto de Lima, 420, Centro)

De 21 a 26 de março

Turnê “Estudar em países francófonos” – Bélgica, Canadá, França e Suíça

Dia 21

12h – PUC Minas – Campus Coração Eucarístico (rua Dom José Gaspar, 500, Coração Eucarístico)

18h – PUC MINAS – Campus Praça da Liberdade (avenida Brasil, 2.023, Savassi)

Dia 22

11h – Faculdade de Direito da UFMG (avenida João Pinheiro, 100, Centro)

Dia 25

14h – Faculdade de Engenharia da UFMG (Avenida Antônio Carlos, 6.627, São Luís)

18h – Cefet-MG, campus 1 (avenida Amazonas, 5.253, Nova Suíça)

Dia 26

11h20 – Universidade Fumec (rua Cobre, 200, Cruzeiro)

De 21 a 31 de março

Festival gastronômico Goût de France

Au Bon Vivant (rua Pium-í, 229, Cruzeiro)

22 de março

19h30 – Palestra com Maxime Rovère, professor de Filosofia da PUC-Rio. Tema: “Arqueofeminismo. Mulheres filósofas e filósofos feministas na França, séculos XVII-XVIII” | Academia Mineira de Letras (rua da Bahia, 1.466, Lourdes)

24 de março

19h – Show Čao Laru + DJ Paco Pigalle | A Autêntica (rua Alagoas, 1.172, Savassi)

 

De 26 a 31 de março

Mostra “Diretoras francófonas” | Sesc Palladium  (avenida Augusto de Lima, 420, Centro)

Dia 26

18h – “Cineast(a)s” (“Cineast(e)s”), de Julie Gayet e Mathieu Busson. França, 2013. Documentário/75’. Classificação etária: livre. Sessão comentada.

Dia 27

19h30 – “Coração de Espinhos” (“Crache coeur”), de Julia Kowalski. França, 2014. Drama/83’. Classificação etária: livre.

Dia 28

19h30 – “M”, de Sara Forestier. França, 2016. Drama/100’. Classificação etária: livre.

Dia 29

19h – “Mulheres e homens” (“Des femmes et des hommes”), de Frédérique Bedos. França, 2015. Documentário/52’. Classificação etária: livre. Sessão comentada.

Dia 30

20h – “Assim que abro os meus olhos” (“A peine j’ouvre les yeux”), de Leyla Bouzid. Bélgica, França, Tunísia, 2015. Drama/106’. Classificação etária: 16 anos.

Dia 31

17h – “Luna”, de Elsa Diringer. França, 2017. Comédia dramática/93’. Classificação etária: livre.

19h30 – “Le vent tourne”, de Bettina Oberli. Bélgica, França e Suíça, 2017 | Ficção/87’. Classificação etária: 16 anos.

28 de março

19h30 – Masterclass Théâtre National Populaire, com Damien Gouy e Sébastien Kerautret | Sesc Palladium

 

29 de março

20h – Espetáculo “Louis Aragon, de me souviens”, do Théâtre National Populaire | Sesc Palladium (avenida Augusto de Lima, 420, Centro)

 

30 de março

10h – Premiação do concurso “Dis moi dix mots” | Aliança Francesa BH (rua Tomé de Souza, 1.418, Savassi)

19h – Show do duo Rive | Teatro da Assembleia (rua Rodrigues Caldas, 30, Santo Agostinho)

31 de março

14h – Jogo de pétanque | Parque Municipal Aggeo Pio Sobrinho (avenida Professor Mário Werneck, 2.691, Buritis)

Data

17/03/19

Custo

CONSULTE O TEXTO PARA MAIS INFORMAÇÕES

Localização

Vários locais
Categoria
QR Code

No Comments

Leave a Reply

NOSSO TIME

EXPEDIENTE


O ESQUEMA NOVO é feito por esta equipe supimpa!
#ESQUEMANOVO

REDES SOCIAIS


SEMPRE QUE PRECISAR

FALE CONOSCO


Dúvidas, elogios, envio de material, palpites
e até mesmo xingamentos por aqui!

INSTAGRAM