EXPOSIÇÃO “A UNIÃO SOVIÉTICA ATRAVÉS DA CÂMERA”

EXPOSIÇÃO “A UNIÃO SOVIÉTICA ATRAVÉS DA CÂMERA”

CâmeraSete – Casa de Fotografia de Minas Gerais recebe, a partir da última semana de julho, a exposição A União Soviética Através da Câmera, um recorte de 120 imagens em preto e branco realizadas entre os anos 1953 e 1991 na antiga URSS. Através do olhar de diferentes fotógrafos russos de renome internacional, é possível fazer uma viagem à cultura da União Soviética, conhecendo os seus habitantes e a história deste país. Apresentada pela primeira vez em Belo Horizonte, a mostra conta com fotografias de Vladimir LagrangeLeonid LazarevVladimir BogdanovYuri KrivonossovVictor Akhlomov e Antanas Sutkus.

 

Abordando diversos temas como educação, saúde, esporte, moda, juventude, cultura, ciência e indústria – a mostra tem curadoria dos produtores culturais Maria Vagrova e Luiz Gustavo Carvalho. O período histórico retratado tem início em 1953 e termina em 1991.

 

Segundo Luz Gustavo Carvalho, a exposição proporciona uma oportunidade única para o público conhecer mais sobre a história deste país por meio da fotografia. “Apesar de ser um país de proporções tão continentais como o Brasil, o que chegava de informação objetiva no Brasil sobre a União Soviética era muito pouco e a maioria das informações eram bastante distorcidas”, explica Carvalho.

 

Imagem e história – Em 2012, os curadores apresentaram, na Fundação Clóvis Salgado, a exposição Antanas Sutkus: um olhar livre –que também ocupou a CâmeraSete e foi considerada pela crítica como uma das melhores exposições em cartaz na cidade naquele ano. Segundo Carvalho, esta exposição foi o mote para constatar como há uma lacuna no Brasil sobre a Escola de Fotografia russa e soviética. “Como uma continuação desta primeira exposição individual de Sutkus, o maior nome da fotografia na Lituânia (ex-república da União Soviética), surgiu a ideia de apresentarmos no Brasil uma exposição coletiva, mostrando a diversidade e riqueza desta grande Escola”, revela o curador.

 

A seleção de imagens para a formação da exposição A União Soviética Através da Câmera foi feita diretamente a partir do arquivo pessoal de cada fotógrafo participante da exposição, em um processo curatorial que durou cerca de 14 meses. A mostra já esteve em cartaz noMuseu Oscar Niemeyer (Curitiba), no Memorial da América Latina (São Paulo) e no Paço Imperial (Rio de Janeiro). “Trazer esta exposição para ocupar a CâmeraSete é bastante simbólico para mim. Fico muito orgulhoso em contribuir com a programação de Artes Visuais da Fundação Clóvis Salgado, marcada por grandes mostras de artes visuais e fotografia”, conclui Carvalho.

 

Luiz Gustavo Carvalho  Vem se afirmando como curador na área de fotografia, tendo apresentado nos últimos anos importantes nomes da fotografia mundial no Brasil, tais como os fotógrafos Antanas Sutkus, Vladimir Lagrange, Janne Lehtinen, Viktor Akhlomov e outros. Foi o curador da exposição “Antanas Sutkus: um olhar livre”, que iniciou a sua itinerância no Museu Oscar Niemeyer e percorreu 14 cidades brasileiras entre 2012 e 2014. Em março de 2011, junto com um dos mais antigos museus de fotografia da Europa, a Galerie du Château d’Eau (Toulouse, França) apresentou a primeira grande retrospectiva de Antanas Sutkus na França. Realizou a co-curadoria da exposição “A máquina do poeta”, do ilustrador e autor Nelson Cruz. Desde 2012, integra a direção artística do Festival de Música e Literatura Contemporânea Zeitkunst (Berlim, Alemanha) e foi, também em 2012, o fundador do Festival Artes Vertentes, em Tiradentes, onde é atualmente diretor artístico.

 

Maria Vragova – Vem contribuindo como produtora cultural em diversos projetos relacionados com arte. Em 2007, foi responsável por toda a organização dos eventos dedicados ao aniversário da Catedral Ortodoxa de São Pedro e São Paulo em Karlovy Vary. Em 2008, organizou através da Fundação “Russian Avangarde” a exposição do arquiteto português Álvaro Siza e a primeira retrospectiva de Oscar Niemeyer no Museu de Arquitetura de Moscou, na ocasião do seu centenário de nascimento. Em 2009, participou na organização do Progetto Argerich em Lugano, com 35 artistas de vários países do mundo. Em 2011 trabalhou na elaboração do projeto de criação do Caís das artes na cidade de Vitória. Em 2012-2014 organizou a exposição “Antanas Sutkus: um olhar livre” em 9 capitais brasileiras, a itinerância “Assim vivíamos”, de Vladimir Lagrange (Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte) e a exposição “A União Soviética através da Câmera” (Curitiba e São Paulo). Desde 2012 realiza a direção executiva do Festival Internacional de Artes de Tiradentes: Artes Vertentes.

 

Fotógrafos

 

Leonid Lazarev – Nasceu em Moscou, em 1937. Depois de receber o Segundo prêmio no concurso internacional entre jovens e estudantes em 1957 decide dedicar à fotografia a sua vida. Em 1962 foi considerado um dos melhores fotógrafos do mundo pelaPhotography Year Book. Ao longo dos anos, trabalhou com as principais revistas e jornais da antiga União Soviética. Hoje continua trabalhando preparando o livro “Moscou de mil nacionalidades”.

 

Vladimir Bogdanov – Nasceu em Leningrad, no ano de 1937. Fotografava a vida cotidiana nos arredores de Moscou e foi reconhecido pela fotografia que venceu a competição Inter Press Photo, no ano de 1966, na qual posava com seu cachorro. Participou do clube de fotografia do instituto Palace of Culture of the Leningrad City Council. Dez anos depois, já era considerado um fotógrafo profissional e trabalhou com fotojornalismo nos jornais Smena e The Literary Newspaper.

 

Vladimir Lagrange – Nasceu em Moscou, em 1939, e é considerado um dos principais fotógrafos do país. Desde a sua primeira exposição internacional, realizada em Budapeste, em 1963, os seus trabalhos vêm conquistando renomados prêmios pela sua arte. Formado em jornalismo pela Universidade Lomonossov de Moscou, trabalhou como fotojornalista, contribuindo durante vários anos com o jornal Pravda, assim como com jornais estrangeiros, como o Freie Welt. Vencedor do maior prêmio atribuído à fotografia na Rússia, “Olho Dourado”.

 

Yuri Krivonossov – Nasceu em 1926, em Moscou, onde mora e trabalha. Participou da segunda guerra mundial, e após a guerra trabalhou na revista Ogonek, onde publicou sua primeira fotografia histórica que retratou o funeral do Iosef Stalin. Os temas principais das suas reportagens são várias situações extremas. Entre os anos 1979 e 1988, trabalhou na revista “A foto sovíetica” onde era chefe do departamento de fotojornalismo. A revista era a principal publicação do país dedicada à sociedade e à política, publicada em 21 línguas e distribuída em mais 130 países.

 

Victor Akhlomov – Nasceu em 1939. É um dos mais famosos fotojornalistas da antiga União Soviética e a Rússia atual. Ao longo da vida recebeu vários prêmios importantes, como o primeiro prêmio da União dos fotógrafos da Rússia. Recebeu 4 vezes o prêmio World Press Photo e é vencedor do maior prêmio atribuído à fotografia na Rússia, “Olho Dourado”.

 

Antanas Sutkus – Um dos mais expressivos fotógrafos da atualidade. Foi o fundador da Escola de Fotografia na Lituânia, dando assim um grande impulso à fotografia em todos os países bálticos. Em 1969, sob sua iniciativa, foi fundada a Sociedade da Arte da Fotografiaem Vilnius, que reunia todos os fotógrafos com talento da Lituânia que tinham as mesmas aspirações. Suas fotografias mostravam o dia-a-dia das pessoas e não poderiam ser aprovadas pela censura ideológica vigente neste momento na União Soviética. Desde 1996 ele é o presidente da Associação Lituana de Fotógrafos.

 

Exposição A União Soviética Através da Câmera

Período expositivo: 27 de julho a 13 de outubro

Local: CâmeraSete – Casa da Fotografia de Minas Gerais

Endereço: Av. Afonso Pena, 737

Entrada gratuita

Data

14/09/18

Custo

GRATUITO

Mais Informações

Leia Mais

Localização

CâmeraSete
Av. Afonso Pena, 1537, Centro
Categoria
QR Code

No Comments

Leave a Reply

NOSSO TIME

EXPEDIENTE


O ESQUEMA NOVO é feito por esta equipe supimpa!
#ESQUEMANOVO

REDES SOCIAIS


SEMPRE QUE PRECISAR

FALE CONOSCO


Dúvidas, elogios, envio de material, palpites
e até mesmo xingamentos por aqui!

INSTAGRAM